quinta-feira, 21 de março de 2013

RESENHA: O QUINTO ELEMENTO



The Fifth Element - O Quinto Elemento
Fantasia/Ficção Científica/Ação/Comédia
País: França - 1997
Diretor: Luc Besson
Com Bruce Willis, Milla Jovovich, Gary Oldman, Ian Holm, Chris Tucker, etc

Sinopse:
Na terra do século 23, entre carros voadores e contrabandistas alienígenas, um padre representante de uma antiga ordem mística, precisa encontrar 4 pedras místicas que impedirão o fim do mundo.

Para isso, precisa da ajuda de um motorista de táxi, que encontrou "o ser perfeito", que é indispensável para o processo de salvar a humanidade.

-x-

Interessante mistura de gêneros, feito meio que sem se levar à sério, e por isso mesmo, muito divertido. Ponto para Luc Besson, o inquieto criador.

Produção caríssima, graças aos muitos efeitos especiais, de encher os olhos. O visual do filme foi criado pelo mestre Jean Giraud, o velho, lendário e bom Moebius, que já desenhou a hq Blueberry, entre outros trabalhos clássicos.

A produção não poupou esforços nem no figurino caprichado, desenhado pelo famoso estilista Jean-Paul Gautier.

Na época foi o filme mais caro da França.

Espetacular ambientação das cidades futuristas, com milhares de veículos circulando por pistas aéreas, entre prédios vertiginosos, lembrando muito o planeta-cidade de Coruscant, do universo de Star Wars, ou até mesmo o clássico visual de Blade Runner.

Um elenco estelar bem aproveitado, garante o interesse e a diversão, ainda mais com as várias cenas de ação e perseguição.

Destaque para a beldade Milla Jovovich, no papel do próprio "quinto elemento", a Leeloo (Leeloominaï Lekatariba Lamina-Tchaï Ekbat De Sebat), emprestando suas formas para um ser inquestionavelmente perfeito.

Enfim, é um filme leve, simpático, com um grande visual, bom ritmo e divertido (O Chris Tucker baitola me mata de rir), que gosto muito de rever periodicamente.

Nota 8


Para ler somente postagens filtradas com Filmes, por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" em "FILMES"