terça-feira, 23 de julho de 2013

RESENHA WW2: 33 - THE PACIFIC 07 - PELELIU HILLS


THE PACIFIC 07 - PELELIU HILLS

SINOPSE:

A tomada das montanhas da ilha de Peleliu, em toda a sua feiura e total falta de necessidade, entre cadáveres mutilados podres, moscas, e um inimigo enlouquecido que não se entregava preferindo morrer, inclusive em ataques noturnos, que impediram por semanas os homens de dormir

-x-

“A montanha dos mil olhos”: Assim Sledge descrevia  as montanhas a serem conquistadas em Peleliu. Na verdade era um recife de coral que veio à superfície por vulcanismo a milhares, senão milhões de anos, e com certeza, é o pior lugar para se travar um combate.

Por muitos anos, os japoneses prepararam centenas de cavernas interligadas, e se entocaram para resistir ao inimigo.

Após a tomada do aeroporto, o tormento continuava para os bravos soldados, ao ter que continuar lutando em condições tão inumanas.

O lugar era tão bom para se proteger e tão intrincado, que levou mais de um ano depois do fim da guerra, para que um oficial japonês conseguisse convencer a uns 30 soldados a saírem de lá e se renderem.

Na batalha em Peleliu, morreram tantos soldados quanto no dia D, na Normandia, mas como foi uma tomada em vão, graças a um erro de estratégia do almirante Nimitz, a história foi pouco divulgada pela sua extrema e degradante inutilidade.

Nota 10

Para ler somente postagens da maratona WW2, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" em "WW2"