terça-feira, 22 de janeiro de 2013

RESENHA: KEN PARKER 31 - AS COLINAS SAGRADAS



SINOPSE:
Orientados por traficantes de armas, índios Crow promovem ataques disfarçados da tribo Sioux, levando a situação à beira da guerra. Ken Parker tenta intervir para evitar o massacre da tribo inocente.

De qualquer modo, usando seu velho e explosivo estilo "purificador", vai ao cerne da questão em busca dos responsáveis por toda aquela orquestração maligna.

-x-

Muita intolerância, julgamentos sumários e conspirações mil contra os índios. Todo um preâmbulo se monta para os fatos históricos que em pouco tempo determinariam o genocídio lento das nações originalmente americanas.

Uma boa introdução à saga do General Custer, uma aula de ambientação e história, nos dando uma acurada idéia da situação da época em que se iniciava o fim das nações indígenas.

Um bom resumo de como procede a estupidez humana, adaptável a todo e qualquer momento da história da civilização, afinal o animal humano é sempre o mesmo.

NOTA 9