sexta-feira, 12 de outubro de 2012

NERD OU ESPONJA?

Eu, como representante ativo dos "malucos", gosto de ficar "namorando" idéias por algum tempo. Quando me fixo numa delas, fico meio que tomado pela sua grandeza, ou beleza, e me entrego totalmente. Tenho várias "fases", e acontece muito com livros, músicas, filmes ou seriados.

Atualmente, por exemplo, estou numa longa fase de vídeos e seriados, isso devido a querer curtir as novas tecnologias de tv hd e blu-rays, mas já tive fases longas de games para computador, quando cada era tinha suas novidades, tipo adventures, tomb raiders e carmagedons da vida.

No mundo da leitura, acabei de passar uma era inteira de quadrinhos, pois reli toda a coleção Ken Parker, já que enfim adquiri os que faltavam depois de séculos de busca.

Já tive fases de Filosofia, onde aprendi a amar Voltaire, Spinoza, Schoppenhauer, Kant e Nietzsche, tive fase de Ficção Científica, com muito Arthur C. Clarke, Carl Sagan e Isaac Asimov, fases histórica com Eduardo Bueno e todos os seus ótimos livros.

Mas agora acho que passou a fase "analógica", pois por causa de meu primeiro smartphone, fiquei anos na fase de e-books e das redes sociais, principalmente twitter. Agora amenizou um pouco, mas todo dia ainda acesso twitter, facebook, etc...

Agora estou iniciando uma nova e longa fase de livros e quadrinhos digitais, pois adquiri um tablet com essa intenção, já que é bem mais confortável ler numa tela de 10 polegadas e em alta definição. Esse é o futuro.

Sou uma esponja louca de absorção de cultura, e sinto uma compulsão enorme de dividir tudo o que achei importante com todos. Adoro fazer listas e resenhas, e pretendo na medida do possível escrevê-las aqui nesse blog.

Leio sobre tudo insanamente, assisto a filmes constantemente, navego insistentemente, e como o blogueiro Cardoso, não mantenho foco algum, tudo para satisfazer minha sede infinita. Sede esta que nada mais é do que aproveitar a vida de forma desmedida, colhendo tudo de bom que a espécie humana criou e cultivou.

Eu acredito que um dia seremos salvos pela cultura, já que tudo que sempre nos afligiu veio da ignorância, da falta do saber...

Para mim é natural gostar de saber do mundo que o cerca, e apesar de me divertir com o termo "NERD", prefiro achar que sou apenas um cara estudioso, que gosta de viver antenado e lúcido.

Lembro de uma frase lapidar que vi na web:

"EU NÃO SOU NERD, VOCÊ É QUE É BURRO!"

Mas, enfim, vestindo a camisa, no conhecido gráfico nerd da figura acima, marquei uma estrela vermelha onde me sinto melhor situado na categoria, afinal não acho que nerd seja pejorativo.