sexta-feira, 19 de julho de 2013

RESENHA WW2 05: - CASABLANCA

CASABLANCA
Com Humphrey Bogart, Ingrid Bergman, Peter Lorre
 
SINOPSE:
A segunda guerra está em andamento, e Rick Blaine, o dono de um famoso e bem frequentado café na cidade de Casablanca, no Marrocos (Rick´s Cafe), reencontra seu grande amor do passado, a bela Ilsa, agora casada com um espião da resistência antinazista.
 
Ambos ficam afetados ao se verem, e fica difícil resistir, porém, forças do mal estão interferindo, e todos correm risco de virarem vítimas dos nazistas, já que entre os frequentadores  muitos são oficiais de Hitler, e querem a cabeça do marido de Ilsa.
 
O dilema de Rick é delicado: Ajudar o marido espião de Ilsa a fugir com ela e assim perder de novo seu grande amor, ou não se envolver, como de praxe, e aguardar uma chance de ter Ilsa de alguma maneira, já que ela mesmo se mostra predisposta.
 
-x-
 
Clássico dos clássicos, Casablanca é aquele tipo de filme que possui um charme imortal, e nos inebria com um clima difícil de esquecer.
 
Não dá para tirar os olhos da ultra bela Ingrid Bergman, e das atuações de todos os atores. É tudo perfeito demais!
 
Não é exatamente um filme de guerra, mas é durante a guerra e o clima é de opressão e revolta.
 
É com certeza uma das mais belas histórias de amor já registradas nas telas, e talvez o final mais "matador" que eu já vi.
 
Evitemos pois entregar o jogo, pois todos precisam passar por essas emoções "sozinhos" e dar "spoiler" é sacanagem.
 
É fácil ver porque Casablanca é um dos mais inesquecíveis filmes de todos os tempos, virando um grande cult, mas eu conheço várias pessoas que viu o filme e "não sentiu nada", mas aí, meu irmão, fazer o que? Sensibilidades diferentes, expectativas diferentes, falta de maturidade emocional, sei lá, só sei que foi assim.

Nota 10
 
Para ler somente postagens da maratona WW2, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" em "WW2"