quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

RESENHA: KEN PARKER 59 - OS GAROTOS DE DONOVAN



SINOPSE:
Convalescendo de seu ferimento da aventura anterior, Ken Parker é tratado por um grupo de meninos que formam uma quadrilha de ladrões que agem pela cidade roubando e aplicando pequenos golpes.

Enquanto isso, os agentes fecham o cerco ao nosso herói, que aparentemente não tem mais escapatória.

-x-

Uma trama de contornos trágicos, nos moldes das aventuras de Tom Sawer ou Huck Finn, de Mark Twain, mostrando que a miséria e a violência das cidades produzem um tipo de sobrevivente que não tem muita chance de desenvolver um caráter ilibado, já que é "pegar ou largar" a vida, ou ser "tomado de assalto", tentando.

Muitos personagens marcantes, sendo sempre impressionante a quantidade de personalidades diferentes e inesquecíveis que aparecem nas histórias de Berardi, sem se repetir.

Nesse capitulo 59, encerra-se a "saga clássica" de Ken Parker...

NOTA 8

Para ler somente postagens filtradas com KEN PARKER, clique aqui embaixo ao lado de "Marcadores" em "Ken Parker"