quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

RESENHA: KEN PARKER 53 - OS PIONEIROS



SINOPSE:
Durante uma tempestade de areia, Ken Parker resgata um homem moribundo que havia perdido o cavalo, e o leva a sua fazenda, onde se abriga por uns dias.

Nesse tempo, ele dá valiosa ajuda para aquela família sobreviver em meio tão hostil, devido à seca impiedosa.

Como agente complicador, Ken se vê atraído pela esposa de seu novo amigo, verificando que a atração é mútua.

-x-

Uma história realmente tocante, onde o fator humano é superdimensionado através da tragédia da seca, causadora de necessidades imperiosas para as famílias locais.

Aqui vemos paralelos com o clássico filme "SHANE" (Os Brutos Também Amam), devido ao relacionamento do forasteiro que cativa ao pai, a mãe e ao menino, filho do casal.

Muitas passagens realistas e inesquecíveis para o leitor sensível ao universo humano. Mais um clássico para Berardi.

Curiosidade: Foi o último número editado pela falida Editora Vecchi, deixando a todos os fãs uma espera de 7 anos até outra editora (Best News) voltar a publicar do ponto em que a coleção parou.

NOTA 9